quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Reflexão fotográfica

As caricaturas de turistas sempre são desenhadas com uma máquina fotográfica no pescoço. Durante as viagens nos sentimos mais livres para os cliques, ficamos mais a vontade para se ajoelhar ou fazer pose para retratos. Fotografar atualmente não é mais algo exclusivo das máquinas fotográficas, mais celulares com câmeras são vendidos do que câmeras propriamente ditas.
Time Square, Nova York
Gosto muito de fotografar e ver fotografias, tenho como hábito antes de viajar pesquisar em blogs, sites e guias sobre o destino, e percebo que as imagens  muitas vezes inspiram mais do que os textos, como ditado popular: "Imagens valem mais do que mil palavras", mas muitos sites e blogs perdem este gancho e não usam de criatividade nas fotografias. 
Mosteiro Novodevichy, Moscou
Prefeitura da Philadelfia, EUA
As mídias sociais como o Facebook e Instagram geraram o aumento da visualização das imagens, antes uma fotografia era observada somente por amigos mais próximos. Cheguei em algumas ocasiões organizar jantar em casa para falar da viagem e mostrar as imagens. Com o Facebook e Instagram compartilhar instantaneamente imagens é quase uma obrigação, a viagens sempre é legal publicar imagens do pôr do sol na praia dos sonhos, aquele belo jardim no outono, o prato daquele jantar fantástico, que as vezes era um hot dog,  ou mesmo aquela pechincha do outlet.
Outra boa função da fotografia é ajudar a memória, tempos depois da viagem, gosto de ver as imagens dos lugares que passei, e muito me ajudam a escrever aqui no blog.
Museu Hermitage, São Petersburgo
A criatividade é algo que faz parte do mundo fotográfico, então este meu momento reflexivo, serve para estimular e sugerir uma fotografia de reflexos, são ângulos diferentes e que deixam um efeito super legal, independente de equipamentos. Vou deixar algumas sugestões de situações para a realização de fotografias de reflexos:
Edifício na Union Sq, Nova York
  • Os reflexos podem ser muitas vezes encontrados em poças d´água próximo as sarjetas e meio fio. O ideal é águas paradas e sem ventos ou carros passando.





Pelas ruas de Manhattan

    Time Square, Nova York
  •   Num asfalto mais negro muitas vezes uma pequena quantidade de água pode causar um grande efeito reflexivo. Um pouco de sorte pode ajudar, um vazamento de água num belo dia de sol é um deste.












Praça Vermelha, Moscou


  • Em localidades com inverno rigoroso, onde chegam a nevar, o acumulo de água do descongelamento criam belos espelhos que merecem serem registrados.



Reflexo no mármore em Nova York
Janelas do Kremlin, Moscou
  • Em ambientes urbanos encontramos facilmente edifícios com fachadas de mármore polidos, com vitrines ou janelas em vidro que conforme o ângulo podem transformar em belas imagens refletidas.



    Ponte Vecchio, Florença
  • Cidades cortadas por rios e riachos sem corredeiras se transformam em verdadeiros espelhos.

Canais de São Petersburgo, Rússia
  •  Lagos são belos locais para fotos de reflexos, capturar a copa das arvores e sua nuances.
Lago em Delaware, EUA
  •   O final de tarde na praia, com a maré esvaziando, deixam grandes superfícies para serem espelhadas, conforme o ângulo podemos pegar as nuvens, ou o próprio sol se pondo.
Praia de Jurerê, Florianópolis

Praia do Forte, Florianópolis
  •  Outra maneira de deixar as fotos de reflexos com maior impacto é girá-las 180º, deixa o observador confuso e conforme a foto confunde realmente qual dos lados é o certo.

Ah, podem me chamar do maluco da pocinha, e cuidado para não pirarem também.

Boas fotos!!!

10 comentários:

  1. Excelente exercício da criatividade. Parabéns.

    ResponderExcluir
  2. Fala, Gustavo!!!

    Também gosto de testar ângulos diferentes e tuas sugestões são excelentes. Já tirei algumas fotos de reflexo em prédio espelhado, mas ainda não testei em poças d`água, vou tentar nas próximas viagens.

    Abraço

    ResponderExcluir
  3. Adorei a idéia de girar a foto e confundir o observador. ;-)

    ResponderExcluir
  4. Muito legal o post e excelentes suas fotos, Gustavo! Tambem gosto de brincar com reflexos e recentemente comecei a usar as poças, que dao um toque muito interessante.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Pedro, poças geram fotos diferentes.

      Abraço

      @GusBelli

      Excluir
  5. Maluco da pocinha, que nada! Grande fotógrafo dos reflexos da nossa inconsciência viajante... ;)

    Ótimo post, Gustavo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigadão Lucia
      beijão de uma ilha do sul para ilha do Norte!!

      @GusBelli

      Excluir