sexta-feira, 26 de julho de 2013

Um dia histórico para Florianópolis

Dia histórico são aqueles dias que todos sabem onde estavam, com quem estavam, alguns lembram até a música ou imagem da televisão. Certamente um dia marcante de nossas vidas foi o 11 de setembro de 2011, no mundo ocidental todos lembram e sabem que aquele dia foi a mudança de uma era, um nova forma de ver o mundo começou a ser escrita.
Morro do Cambirela e a neve visto da baia sul, imagem da Patrícia Boeing
No Brasil um dia histórico para todos foi a vitória da Copa de 1994, a primeira vitória numa Copa com ampla cobertura televisiva, e milhões de brasileiros saíram à rua para comemorar.
Morro do Cambirela com neve, visão ao atravessar a Ponte Colombo Salles
O dia 23 de julho de 2013, foi histórico aos Florianopolitanos por um fenômeno da Natureza, o dia que o Morro do Cambirela amanheceu com neve, sim coberto de neve. A última vez que havia ocorrido este fato foi no dia 05 de julho de 1942, e a anterior em 1858, ou seja praticamente um comenta Halley, que aparece a cada 80 anos. Dos atuais habitantes desta ilha, provavelmente poucos citam ou lembravam deste fato, e até agora apesar das milhares de imagens desta semana, não vimos nenhuma imagem do fato em 1942.
Morro do Cambirela com neve ainda ao meio dia, do topo do Premier 


Divagando e voltando ao fator histórico, meu avó que em 1942 tinha 22 anos, estava servindo o exército no Rio de Janeiro e o Brasil estava entrando na Segunda Guerra Mundial, não pode ver isto duas vezes, mas seria uma das poucas pessoas que possivelmente poderia ter se lembrado deste fato.
Morro do Cambirela com neve ao meio dia, do topo do Premier 
Meu irmão que mora na gelada Moscou e que tem neve 6 meses por ano, com certeza trocaria qualquer dia ou mês de neve em Moscou, pela oportunidade de ver neve em Florianópolis esta semana.
Florianópolis, SC, Brasil
Morro do Cambirela com neve, visão ao atravessar a Ponte Colombo Salles
Para mim o dia 23 já começou incrível, ao abrir a janela de meu quarto pude observar a neve na Serra ao redor do Cambirela. Fui trabalhar emocionado, e no caminho daquele dia indo para Biguaçú, coincidentemente no 11/9 trabalhei no mesmo lugar, chegando na baia sul a imagem ao fundo o do gigante Cambirela branco foi um incrível, eu estava no carro dirigindo desatento, procurando o branco, gostaria de ter parado o carro e feito fotos, mas por ironia do destino estou com minha câmera estragada :(, fiz algumas imagens com celular, mas não captei as lindas imagens como circularam. Meio dia voltando para a Odontológica, subi ao topo do prédio e registrei o restinho da neve nas montanhas com uma máquina emprestada.
Morro do Cambirela com neve ainda ao meio dia, do topo do Premier 
Por sorte muitas imagens foram compartilhadas e espalhadas no Facebook e Instagram. Jornais do Brasil inteiro publicaram no outro dia em suas capas, belas imagens aqui de Florianópolis. 
Florianópolis, Brasil
Morro do Cambirela e a neve visto da baia sul, imagem da Patrícia Boeing

Este post foi ilustrado com imagens incríveis de minha querida amiga Patrícia Boeing. Convido também para seguirem ela no Instagram são fotos belíssimas. http://instagram.com/patriciaboeing

Florianópolis
Morro do Cambirela e a neve visto da baia sul, imagem da Patrícia Boeing

Florianópolis
Morro do Cambirela e a neve visto da baia sul, imagem da Patrícia Boeing

Para nós manezinhos com certeza será o dia que será sempre lembrado e citado durantes os longos anos, ou quem sabe somente no próximo século.




Qual foi o dia histórico em sua cidade?

É fascinado pela Neve? leia:
#www.viajarepensar.blogspot.com.br/nevefascina

6 comentários:

  1. Olá Gustavo!
    Adorei o post.
    Este dia mereceu um exclusivo!
    :)

    ResponderExcluir
  2. Adorei o post!!! Muito legal...
    Eu já vivênciei alguns dias históricos também, o mais recente acho que foi da enchente em Brisbane, de longe não foi uma memória especial como essa sua, mas são momentos que nunca saem da nossa memória :)
    abs

    ResponderExcluir
  3. Adorei o post Gustavo! Parabens...
    Beijos para a familia toda...Renata!

    ResponderExcluir