quarta-feira, 11 de abril de 2012

A neve fascina

Certa vez quando menino, deveria ter uns 5 ou 6 anos, estava fazendo um castelo de areia na praia aqui em Florianópolis,  e observei uma senhora catando várias conchinhas e colocando numa sacola. Muito curioso perguntei por que ela estava fazendo isto? Pacientemente, ela explicou que morava numa cidade no Oeste de Santa Catarina e que muitas das crianças que viviam lá nunca haviam visto o mar e visitado uma praia, por isso levava as conchinhas para as crianças conhecerem as coisas da praia, e a ajudei em sua missão. Não sei porque, mas de certa forma isto marcou, fiquei pensando como alguém poderia nunca ter visto o mar? Eu manezinho nascido numa ilha, era impossível isto.
Em 1991 nossa família passou o Natal na casa de parentes em Cincinnatinos Estados Unidos, foi o meu primeiro contato com a neve,  fiquei completamente fascinado, me jogava nela, fizemos boneco, colocava na boca, fiz anjinho e etc. Muito marcou-me a cena de meu pai vidrado "hipnotizado" olhando pela janela a neve caindo. Era um mundo novo para nós.
Para o povo que vive e mora nestas regiões de inverno rigoroso, a neve é somente mais uma, sem grande diferença e em muitos casos um problema. Mas para nós Brasileiros, que não a temos com frequência a sensação do contato com a neve é igual a de uma pessoa que avista o mar pela primeira vez.


Retornando ao Gustavo menino, imagino que o mesmo menino que recebeu as conchinhas que ajudei a juntar, sentiu o fascínio por ela e quando avistou o mar deve ter pirado, e igual a minha experiência com a neve. Outro fato este mesmo menino em sua cidade aqui do oeste Catarinense, provavelmente tenha visto neve muito antes do que eu, pois é comum neve nestas regiões, mas não avistava o mar. 











Nesta última semana tive um novo encontro com a neve, com belas paisagens brancas e nevascas pelos caminhos na Rússia. Foi muito bom sentir o deslumbre novamente, abrir a boca para comer um floco de neve, só não fiz o anjinho novamente. Porém ao conversar com alguns Russos ou mesmo meu irmão que vive a dois anos em Moscou, eles estavam cansados, não aguentavam mais aquela cena branca, aquele frio que os estavam acompanhando pelos últimos seis meses. 
Pensei, ainda bem que de praia não enjôo.
Para finalizar aquela frase famosa:  " A grama do vizinho é sempre mais verde."

Qual a nossa opinião? Veja no outro post:
Moscou Inverno ou Verão?

5 comentários:

  1. Ah adorei o relato de quando eras menino. Outro dia qnd estive em Floripa fui curtir o por-do-sol no meu lugar favorito da ilha que são as dunas de Joaquina e neste dia chegou um micro ônibus com alunos, com média de 10 anos de idade e estavam visitando o litoral pela primeira vez, foi uma cena tão linda ver todas aquelas crianças realizando um sonho, brincando nas dunas com brilho nos olhos, algo pra se guardar. 3 anos depois vi neve pela 1 vez e tive o mesmo brilho nos olhos.

    ResponderExcluir
  2. Eu sempre tive fascinação...até vivenciá-la! kkk
    Depois de quase cair no chão e ver aquela neve preta que fica nos cantos das calcadas, tenho as minhas dúvidas! kkkk

    ResponderExcluir
  3. Olá!Não conhecia ainda seu blog..adorei seu relato,parabéns! :)
    Tb sonhei com a neve a vida toda..e quando tive o prazer de realizar esse sonho tb fiquei meio abobada..até postei uma vez sobre isso no blog tb..rs..Parece que a neve tem o poder de "imbecilizar" as pessoas,né??kkkk..eu deitei,rolei,provei a neve pra ver que gosto tinha e outras maluquices..mas que valeram a pena sim,afinal sonho é sonho..e não adianta negar: todo brasileiro sonha com esse encontro um dia sim!!! Pq é algo que não esta ao nosso alcance,que nos remete a infancia,a sonhos,sei la..deve ser culpa dos filmes da Disney,n sei..rsrsrsrs..Mas é tb verdade pura que depois de um dia na neve a pessoa já fica de saco cheio..eu pelo menos fiquei!Tedio,monotonia,frio, e outros mil incovinientes que ela traz consigo...ma sque continua sendo mágica,ah isso continua..deve ser mais ou menos isso que quem nunca viu o mar sente quando ver pela primeira vez..é..acho que a grama do vizinho é sempre mais verde mesmo..rsss..
    Abraços e otima semana!!

    ResponderExcluir
  4. Vou contar a novidade que não é mais novidade pra ninguém : eu A-D-O-R-O frio, neve e tudo o que venha com isto. Gus, que fotos maravilhosas, parabéns!

    ResponderExcluir
  5. Hahaha! A grama do vizinho é mais verde, fato. Outro dia a Fezoca, brasileira que mora na Califórnia, estava reclamando das brasileiras que têm blog de culinária e ficam fazendo receitas com framboesas e ruibarbo. E que se ela estivesse aqui só ia fazer receita com maracujá rsrsrs... mas a novidade fascina, mesmo :-)

    ResponderExcluir