quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Foto de Viagem - Casamentos

Na próxima sexta-feira 23/11 (amanhã!!), tenho a honra de ser um dos Co-host do Foto de Viagem, com o tema "Casamento".


Para quem não conhece, o Foto de Viagem é uma forma de agitar as sextas e compartilhar algumas belíssimas imagens através das mídias sociais (Facebook, Twitter, Instagram). Sendo que a cada semana, será sugerido um novo tema. Gostou da idéia? Segum abaixo as orientações para  participar:


Toda sexta feira, é dia de postarmos uma foto de viagem no Twitter ou no Mural do Facebook, e agora também no Instagram sobre um tema aqui sugerido.

O tema desta semana é "CASAMENTO" (25/Nov/2011)


Para participar
basta postar sua foto na página "Fotos de Viagem"  no Facebook e/ou no Twitter com a hashtag  #FotodeViagem +  a hashtag da semana.
Para os usuários do IPhone sugerimos participar da brincadeira usando o Instagram (@fotodeviagem) e taggear (existe isto?) com #FotodeViagem + #Casamento ( que é o tema desta semana).

Não esqueça de "tag" sua foto, colocar links de blogs referente a foto e interagir com outros participantes!
Pelo Facebook é só acessar a página do Foto de Viagem e publicar diretamente:
 
Não basta ser Madrinha, tem que participar!!!

O mais legal deste convite é que coincidentemente, nesta minha última viagem, encontrei vários casais pelas ruas, com seus padrinhos e fotógrafos em ação nos pontos turísiticos.
Algum ponto de Philadelphia, olho para cima e vejo? Mais Noiva
Esta moda está pegando aqui no Brasil, e também visualizei vários casais aqui em Florianópolis e também em São Paulo, fazendo fotos em lugares inusitados, ensaios conhecidos como Trash the Dress. Se você passou por uma cena desta e tirou onda de Paparazzi vamos compartilhar nesta sexta? Que tal?
E você? Pagaria este "Mico"?!? Vestida de noiva, na Time Square, com todos os seus padrinhos e o mundo (ou parte dele) olhando? Coitadinha da Noiva, pela fumaça ferveu, kkk
Instagram de Noiva no Parque do Ibirapuera em  São Paulo
Agradeço a todos do Foto de Viagem e aos Organizadores (Mirella do www.mikix.com , o Oscar do www.mauoscar.com e a Claúdia do www.aprendizdeviajante.com),  pelo convite para ser Co-Host deste  Foto de Viagem, que embeleza e diverte as nossas sextas.

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Williamsburg Brooklyn - Uma volta em NY fora de Manhattan


Acredito que a primeira visita a uma grande cidade sempre é a pior delas. Explico: existem  as obrigações turísticas, a ansiedade em querer ver tudo, não conhecemos a lógica do lugar e nem nos localizamos direito. Nesta nossa terceira visita à Nova York isto ficou comprovado novamente, se a segunda visita foi boa, esta vez foi  certamente, a melhor. Já estávamos mais escolados com a Big Apple, e aproveitamos para dar uma circulada em Williamsburg na Ilha do Brooklyn, fora da Ilha de Manhattan. Afinal, Nova Iorque não é só Manhattan!


Para chegar em Williamsburg, a forma mais fácil é pegar a linha L do Metro (Cinza), que em Manhattan está ao longo de toda a rua 14Th. No metrô se deve descer na estação Bedford Av., que é a primeira estação ao chegar no Brooklyn.

Brooklyn Bridge

Ao sairmos da estação, vem o primeiro choque: a região não possui grande edifícios, apenas prédios com no máximo 4 andares, com um padrão estético não muito agradável, com ruas mais sujas do que em Manhattan. Parecia que tínhamos mudado de país, com clima e astral da região bem diferentes, ou melhor, mais alternativo.
Grafites do Brooklyn
Grafites do Brooklyn
Muros e paredes com muitos grafites, pichações e cartazes, um clima de subúrbio e de contra cultura.














Williamsburg é hoje, uma região em que vivem muitos dos artistas e intelectuais de Nova York.  Como era o SOHO nos anos 70-80, com galerias e estúdios por todos os lados.

Outro ponto que nos chamou atenção foi o clima retrô da região, com várias Lambretas, Vespas e motocas antigas.




Empire State
Nosso primeiro destino foi procurar o East River para ver Manhattan. Descemos até a rua 6Th e fomos ao Pier ver o skyline com uma vista fabulosa que fica bem em frente ao Empire States.
Temos um post com as imagem noturnas:







 



Neste pier saem os barcos do East River Boat, um sistema de transporte público fluvial.
Chrysler Building
Do pier avistamos a Williamsburg Brigde.
Williamsburg Brigde
Na beira do East River nos últimos anos, foram construídos condomínios modernos que atraem  vários moradores que fogem do agito e dos altos preços de Manhattan, e ainda ganham este belo visual como "plus".

Continuamos seguindo pelas ruas de Williamsburg, até a fábrica da famosa cervejaria Brooklyn Brewery, que está na 79N 11th St. Como chegamos pela manhã, ainda estava fechada, o que foi o grande erro de nossa visita. Existem visitas guiadas e degustações, a que possa interessar, consulte o site antes de ir: 
http://www.brooklynbrewery.com/


Brooklyn Brewery
Bem em frente à Brooklyn Brewery está outro ponto famoso da região, o Brechó Beacon Closet, que estava na lista de visitas da Ju, mas foi uma grande decepção para ela, cheiro de mofo. Eu ainda consegui achar uma camisa Militar do Exército Americano. ( http://www.beaconscloset.com/)
Beacons Closet
Depois de muita caminhada, fomos procurar um lugar para fazer "uma boquinha", escolhemos o Fabiane's, que fica na 145N da 5TH, a duas quadra da estação de Bedford do Metro. Assim que avistamos o lugar, logo simpatizamos. Somente depois, já em casa e acessando o site do restaurante, descobrimos que a Fabiane é uma brasileira que vive lá já algum tempo. No site tem uma definição bem legal do lugar " Is it France, is it Brazil - is it Williamsburg? you decide "
Fabiane's
O astral do lugar é natureba/elegante. No cardápio várias opções de saladas, sopas e pratos bem light. Excelente pedida para um Rehab dos hamburgueres e frituras indispensáveis à uma visita aos EUA.

A Juliana escolheu a deliciosa Jicama & Chilantro Chicken Salad, uma salada de Jicama é uma tubérculo como uma batata, acompanhado de alface, milho, feijões pretos e um molho com Lima e Cilantro (Coentro). Acompanhado de uma Limonada.
Esta foi a minha Shitake e Spinach Salad, uma deliciosa salada de espinafre com cogumelos Shitake, ervilha torta, gengibre com molho vinagrete. Como estava no Brooklyn, não resisti a uma "Brooklyn Pale".

 Gostoso no Fabiane's é escolher uma mesa na calçada e deixar o povo passar e fazer um People's Watch super diferente.
O próprio @GusBelli :)








Juliette Williamsburg
No outro lado da rua, a poucos metros na mesma 5Th street, está o Juliette, um Bistrô super comentado e indicado para um delicioso Brunch de domingo. Esperamos ir na próxima vez.

Gostamos muito do passeio à Williamsburg no Brooklyn, tem um clima super diferente, e o visual de Manhattan compensa o passeio. Dica legal para quem está indo a Nova York e deseja algo fora de Manhattan.

Indo para NY,  nossos outros posts com dicas:




sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Baked by Melissa - Minicupcakes de Nova York

Baked by Melissa é uma rede de casas de mini cupcakes.  Uma alternativa à tradicional e não menos deliciosa Magnólia Bakery.  Em Nova York, várias casas surgiram nos últimos anos para os fãs dos deliciosos e  hiper calóricos bolinhos confeitados. A Baked by Melissa se destaca, por servir mini cupcakes  fofos e deliciosos,  dos mais variados sabores.  A vantagem é que por serem mini, ou melhor micro, podemos nos deliciar com vários sabores e ainda não comprometer a dieta. Além de serem super macios e com cobertura cremosa. Realmente, dos deuses!! 
Detalhe este post está sendo escrito pela @Julifava , a esposa do @GusBelli.
Baked by Melissa
Fomos na loja localizada no 7 East da rua 14, bem próxima a Union Square, no total são 5 lojas em Manhattan:




O serviço é simplificado, você escolhe a quantidade de mini cupcakes, e vai para uma vitrine escolher os sabores. Outro detalhe é que você precisa levar para comer em algum lugar, não existem mesas ou bancadas na loja. O que não é problema, pois em NYC, não falta uma praça ou um parque gostoso para descansar e fazer um belo picnic.


Cupcakes Baked by Melissa

Por 10 dólares, levamos esta caixinha com 12 delicosos Cupcakes e fomos nos deliciar em um banquinho da Union Square.

Todos os sabores são deliciosos, os meus favoritos foram o Red Velvet e o Tie Dye, esse todo colorido da foto, já do Gustavo foi o Mint Chocolate Chip.


As bebidas vendidas lá são somente sucos e chás gelados em caixinha, mas particularmente, para acompanhar nada melhor do que um delicioso cafézinho. Que tal passar no Starbucks? Let's go??

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

O Encantador Longwood Gardens



Acabamos de chegar de uma viagem aos EUA e estivemos em Delaware, Pennsylvania e Philadelphia. Nesta região, visitamos e conhecemos a dupla Maurício e o Oscar do Blog Mauoscar. Foi muito legal, e os amigos Mauoscar foram anfitriões sensacionais, e será muito difícil retribuir tanta hospitalidade. Um ixpetáculo! (manezinho fala assim ok!?)
Começarei o relato desta viagem, pelo último passeio na região, realmente um gran finale, e que certamente foi o ponto alto de toda a nossa viagem: a visita ao Longwood Gardens em Kenneth Square no estado da Pennsylvania.

Para os leitores do Mauoscar, os vários posts sobre o Longwood Gardens nos deixa curiosos, por mostrar um grande  Jardim Botânico, muito rico em detalhes e de espetacular beleza. Depois de conhecer pessoalmente, você fica literalmente encantado com o lugar. Um dos lugares mais bonitos que e eu e a Juliana já visitamos. Para completar, tivemos como guia o Oscar, que é Engenheiro Florestal. Algo como ir à Terra Santa tendo um Padre como guia. O Oscar sabia tudo e mais um pouco, com detalhes impressionantes.




Começamos a visita pelo Flower Garden Walk, um belo jardim com as mais variadas flores, de diversas origens, com um aroma delicioso no ar, rodeado de abelhas, literalmente,  a natureza em ebulição. Isso que estávamos no início do Outono, imagino que durante a Primavera deve ser inexplicável.
Eu e a dupla Maurício e Oscar.
As copas das árvores estavam iniciando as alterações de cores da folhas típicas do Outono, antes de caírem para o inverno, a famosa Foliage.

Entre as árvores do Longwood, foi construída uma casa suspensa sobre árvores, o sonho de consumo de todos os "Tarzans".
Uma das maravilhas do local, são  os Jardins Italianos, com fontes e chafarizes espalhados pelo Longwood. Todos eles construídos para recepcionar os convidados das festas realizadas por Pierre DuPont.

A natureza, não ficou somente nos vegetais, em muitas das arvores podemos visualizar muitas formas de cogumelos e outros fungos.

Dentro de Longwood existe uma das casas que pertenceu a família DuPont. A riqueza dos detalhes desta casa dos anos 30, com todo o luxo e a beleza dos móveis, lustres e louças da época.
Dentre as instalações da casa há alguns painéis mostrando muitas invenções que os Dupont deixaram ao mundo e que muito usamos nos dias de hoje, como a Lycra, o Nylon, esponjas, entre outras.
Esta cena super fotográfica, estava ocorrendo quando saíamos da casa. Este é o Belin o gato mais famoso e gordo de Longwood sendo acariciado. Que dureza hein!
Quando nos dirigíamos ao Conservatório, estava acontecendo o show das águas no Main Foutain Garden. Estas fontes lançam a água em colunas de até 40 metros de altura. Durante o verão são realizados espetáculos que misturam fogos, luzes e as fontes.
O Conservatório de Longwood é uma das estruturas de estufa maiores do mundo. Abriga 20 jardins interiores e 5.500 tipos de plantas. O Conservatório foi construído em 1919 e tem sido periodicamente ampliado e renovado. Atualmente, há 195.668 pés quadrados ou 4,5 hectares de área coberta, possuindo estufas para produção e pesquisa.
 
Nossa entrada no Conservatório, não podia ser melhor, fomos agraciados com a visita de Noviças, que coloriram ainda mais este ambiente.

Este era um dos Jardins Tropicais do interior da Estufa. Uma típica floresta tropical, com bananeiras e outras vegetações da região dos trópicos.



No Conservátorio, existe um amplo salão para audições musicais, com um enorme órgão em destaque.














Neste belo corredor verde, cheio de samambaias ficavam instalados os sanitários do Conservatório.

Outdoor Waterlily Display

Não desmerecendo os outros ambientes, mas este quintal de vitórias régias foi um dos pontos mais legais de toda a visita. Eram muitas e belas flores misturadas com as folhas amplas das vitórias régias. Simplesmente demais! Com plantas da Malasia,  Tailandia  e também do Brasil.





 Juliana e o Maurício.
 Juliana e o Oscar.
Um amplo corredor com vários Bonzais.  Adoremos este com a Romã, muito bonito!
 

Uma das partes do Conservatório,  recheada de hibiscos e rosas.
Como não podia faltar numa ampla estufa de flores, um magnífico Orquidário com as mais variadas cores e formas de orquídeas.



O último jardim que visitamos na estufa, foi este cinza, de clima desertico, árido.
Saindo da estufa visitamos as hortas e os pomares, que estavam repletos de frutas e verduras. Destaque para as abóboras e as crianças sendo fotografadas, lembrando as fotografias da australiana Anne Geddes.


Foi um dia maravilhoso, e na saída ainda passamos por estes anfiteatro ao ar livre, cercado por exuberâncias naturais, como cascatas e fontes.


Aos interessados no Longwood Gardens não deixem de conhecer e ver mais belas imagens e dicas da região, no blog do MauOscar:

Visite a pagina do Longwood Gardens:


Mais uma vez agradecemos a hospitalidade e a receptividade do Maurício e do Oscar.